Já está disponível o vigésimo disco da JACC Records!

6 de Março de 2014

A partir da sua primeira peça para o Drumming Grupo de Percussão – Estudos e Interlúdios de 2000 – um verdadeiro tour de force de 25 minutos, já executada em Espanha, no Brasil e na Austrália, António Pinho Vargas manteve um contacto com alguma regularidade com o grupo através de peças que libertam o seu lado criativo mais inesperado. É o caso de Step by Step: Wolfs (2002) a partir de “Born to be Wild” dos Steppen Wolf e Árias de Ópera para Tuba e Percussão (2011) com Sérgio Carolino na tuba solista. Todas as obras apresentam um lado teatral que, fazendo parte habitual das preocupações de Miquel Bernat, motiva e estimula o compositor a deslocar-se para essa dimensão de um espectáculo quasi total.

 

Composições de António Pinho Vargas

Miquel Bernat (Direcção),

Sérgio Carolino (Tubista convidado)

 

Estudos e Interlúdios (2000), para 6 percussionistas

Pedro Oliveira, Nuno Aroso, Pedro Góis, André Dias, João Tiago Dias, Miquel Bernat, Rui Rodrigues.

Políticas da Amizade (2011), Estudo para Vibrafone

Miquel Bernat.

Árias de ópera para Tuba e Percussão (2011), para tuba and percussão

Tuba: Sérgio Carolino; Percussão: João Cunha, João Tiago Dias, Rui Rodrigues, Pedro Góis, Miquel Bernat.

Step by Step: Wolfs! (2002), para 6 percussionistas

Miquel Bernat (Direcção), Rui Rodrigues, João Cunha, Pedro Oliveira, Nuno Aroso, João Tiago Dias, Luis Oliveira.