Federico Pascucci

Saxofone Tenor



Federico Pascucci é um músico italiano que viveu a experiência da música através de uma intensa atividade de estudos e concertos pela Europa, residindo permanentemente nas cidades de Lisboa, Amesterdão e Roma. Durante a sua carreira nos estudos de jazz teve inúmeros professores como Kurt Rosenwinkel, Eric Harland, George Garzone, Jim Snidero, Jeff Ballard dos EUA, além de mestres italianos como Pierluigi Quarta, Maurizio Giammarco, Enrico
Rava, Paolo Fresu e Gianluigi Trovesi, nas escolas de Testaccio (Roma), no Conservatório Frosinone, na Siena Jazz Foundation e no Conservatorium van Amsterdam.

Desde muito jovem dedicou-se ao estudo da música tradicional e atualmente o seu trabalho artístico inclui uma pesquisa detalhada nos estilos musicais dos Balcãs e da Ásia Menor que o leva à redação da dissertação de mestrado "O saxofone na Balcãs - Raízes e segredos do saxofone Roma na Macedônia "(Conservatorium van Amsterdam 2016), a colaboração com as orquestras ciganas macedônias Kocani Orkestar (turnê 2016) e Sercuk Orkestar, com o acordeonista búlgaro Martin Lubenov e a criação de projetos musicais como Errichetta Underground (Itália), Tugoslavic Orkestar (Portugal) e FPEast Trio (Itália/Bulgária).

Em 2016 começou a estudar sob a orientação do mestre de Istambul Ömer Erdoğdular, de tradição musical Sufi da escola Niyazi Sayın.
Desde 2006, a sua intensa atividade de concerto levou-o a percorrer os palcos de festivais e clubes internacionais com projetos como European Saxophone Ensemble (Bélgica, UE), Agios Lavrentios Brass Band de Hayden Chisholm (Grécia, Alemanha), Errichetta Underground (Itália ), Malson , Kumpania Algazarra, Nelson Cascais Decateto (Portugal), WAS (Portugal, França), Animatronic Leviathan (Holanda, Alemanha), Storytellers (Itália).

Em 2010 ganhou o "Prémio da Crítica" no concurso oficial dos conservatórios italianos "Premio delle Arti".
Em 2011 o filme "O lado escuro do sol" de C.S. Hintermann para o qual trabalhou como compositor ganha o prêmio de melhor trilha sonora no Festival de Cinema de Sulmona.
Desde 2011 é o organizador do Festival Erichetta, um dos eventos mais importantes da música tradicional oriental na Itália.


Participações