Jorge Reis

Saxofone



Jorge Reis nasceu em Lisboa e começou a tocar violino aos 6 anos de idade. Só aos 23 começou a aprender flauta e saxofone. Pelo caminho recolheu influências variadas da música clássica, do rock, do jazz/fusão de projetos liderados por John McLaughlin e Chick Corea, e, claro, do bebop, a linguagem que mais o fascinou. Em 1979, terminou o Curso de Violino do Conservatório Nacional de Lisboa e, a partir de 1983, desenvolveu um interesse e uma prática cada vez mais intensa no jazz.

O músico participou em vários "workshops" de jazz em Portugal e no estrangeiro, sob a orientação dos saxofonistas Pepper Adams e Sonny Fortune, assim como, entre outros, do contrabaixista Rufus Reid, e do pianista Roland Hanna, fundador do New York Jazz Quartet.

Em 1988 surgiu ao lado de Mário Laginha, Mário Barreiros e Tomás Pimentel no Sexteto de Jazz de Lisboa e, desde então, vinha colaborando com a nata do Jazz português. Fora do jazz, continuou a sua extensa lista de colaborações, demonstrando flexibilidade e genuinidade musical: Jorge Palma, Tito Paris, Delfins, Trovante, Brigada Victor Jara, entre outros.
Jorge Reis nos últimos anos de vida, integrou o corpo docente da ESML – Escola Superior de Música de Lisboa.

Falece no ano de 2014.


Participações